Reader Comments

Veja O Que O Anticoncepcional Realmente Faz Com A Sua LibidoAcidez Feminina &#8211

by lucas silva costa (2018-03-30)


Se há apenas oscilação hormonal, a pílula de progesterona diminui essa variação, melhorando humor e prevenindo a piora de outros sintomas - diz a endocrinologista Amanda Athayde, do Departamento de Endocrinologia Feminina da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). A mulher que não usa nenhum tipo de anticoncepcional produz todos os meses naturalmente estrogênio, a progesterona e, em uma quantidade menor, androgênio (hormônio masculino). A novidade desse anticoncepcional, segundo ginecologista José Bento de Souza, é proporcionar a estabilidade da flutuação hormonal feminina. Retorno à fertilidade em mulheres que interromperam uso de ACOs leva mais tempo quando comparado às mulheres que interromperam outros métodos contraceptivos, mas não parece haver prejuízo da fertilidade como um todo. "Quando as mulheres possuem maior taxa de hormônios masculinos, que causam acne, a pílula equilibra estes níveis, resolvendo problema", orienta Domingos. Embora a indústria farmacêutica ateste como tendo poucos efeitos colaterais, os anticoncepcionais orais, mais conhecido como pílula, têm efeitos indesejados que não são publicados e divulgados para conhecimento da população. Isso também pode ser por que é muito difícil definir os efeitos exatos que anticoncepcional poderia ter sobre seu desejo. Porém, as mulheres têm necessidades diferentes de hormônios em termos de contraceptivos. Desde então, um estudo supervisionado por Ojvind Lidegaard, da Universidade de Copenhague, descobriu que as mulheres que tomavam pílula - a combinada ou a só de progesterona - eram mais propensas a ganhar uma prescrição médica para tomar antidepressivo do que aquelas que não estavam sob contracepção hormonal. Já faz muito tempo que a comunidade médica e científica vem criticando alguns produtos e métodos que usam os anticoncepcionais de via oral como base. 13 - Mulheres com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) não devem tomar Pílula. A menstruação dolorosa chama de dismenorréia é menos freqüente em mulheres que não ovulam. Os efeitos colaterais mais relatados pelas mulheres são alterações no ciclo menstrual, dor e sensibilidade nas mamas, instabilidade no humor, dores de cabeça e aumento do peso. 4,6% das mulheres apresentaram ausência de sangramento em cada um dos três primeiros ciclos de uso. Outro efeito indesejável da pílula anticoncepcional é que ele aumenta a proteína carreadora de hormônios sexuais, chamado de SHBG. A pílula anticoncepcional pode aumentar risco de trombose venosa profunda quando a mulher apresenta outros fatores de risco cardiovascular como pressão alta, diabetes ou colesterol alto, por exemplo. Para tabagistas, mulheres acima de 35 anos, mulheres com diabetes controlada, hipertensão arterial, além de varizes de membros inferiores, medicamento só de progesterona pode ser uma boa opção. Por outro lado, com não existem verdades absolutas na medicina, em algumas raras mulheres a acne pode ser um efeito colateral da pílula. Esses hormônios, contudo, tanto ethinil estradiol quanto os progestágenos, não são 17 beta estradiol e nem a progesterona produzida xtrabig force naturalmente pelas mulheres, não apresentando, bioidentidade hormonal humana. livro de Holly Grigg Spall, Sweetening The Pill ("Adoçando a Pílula"), publicado em 2013, colocou na pauta do dia os efeitos da contracepção hormonal na saúde mental das mulheres. Em março de 1996, um grupo de pesquisadores internacionais reuniu-se para desenvolver um consenso quanto aos parâmetros essenciais no acompanhamento das mulheres em uso de contraceptivos orais. Quando chegaram ao mercado brasileiro, as pílulas eram compostas por altas dosagens hormonais, segundo explica Karina Zuli, ginecologista do Hospital São Luiz. Eu tinha começado a tomar uma nova pílula, um comprimido só de progesterona, que tinha sido prescrito porque eu estava sofrendo de enxaquecas, e a pílula combinada não é segura para quem tem enxaquecas com aura (precedida por diferentes sintomas). Verdade, a fertilidade nas mulheres que interrompem uso da pílula leva mais tempo para engravidar do que comparado as mulheres que interromperam outros métodos contraceptivos, mas não há nenhum prejuízo da fertilidade. - As mulheres que têm problemas com um tipo de pílula podem descobrir que outra não provoca efeitos colaterais. Decidiram que deve-se (1) prestar atenção especial aos antecedentes pessoais e familiais de doenças e riscos cardiovasculares das pacientes e (2) realizar aferições regulares da pressão arterial, uma vez que complicações cardíacas (infarte) e vasculares (tromboembolismo venoso) sabidamente relacionam-se ao uso da Pílula.



ISSN: 1946-1879