Reader Comments

Mitos E Verdades Da Pílula Anticoncepcional

by lucas silva costa (2018-04-23)


Para isso, eles avaliaram uso de contraceptivos e os diagnósticos de depressão em mais de 1 milhão de mulheres com idades entre 15 e 34 anos, que participaram de um levantamento nacional. Mas decidi contrariar minha médica e minha terapeuta e parei de tomar a pílula de progesterona. Outros estudos mostram que algumas mulheres relatam um maior impulso sexual com a pílula ou nenhuma mudança. Não é para menos: casos de trombose e outros efeitos colaterais desses medicamentos assustaram as usuárias e chamaram a atenção de médicos e pesquisadores do mundo todo para investigar mais a fundo os riscos desses remédios. Apenas cerca de 15% das mulheres notaram uma redução na libido enquanto tomavam pílula, de acordo com uma resenha de 2013 no European Journal of Contraception and Reproductive Health Care, que examinou 36 estudos entre 1978 e 2011. Quando chegaram ao mercado brasileiro, as pílulas eram compostas por altas dosagens hormonais, segundo explica Karina Zuli, ginecologista do Hospital São Luiz. Eu tinha começado a tomar uma nova pílula, um comprimido só de progesterona, que tinha sido prescrito porque eu estava sofrendo de enxaquecas, e a pílula combinada não é segura para quem tem enxaquecas com aura (precedida por diferentes sintomas). Verdade, a fertilidade nas mulheres que interrompem uso da pílula leva mais tempo para engravidar do que comparado as mulheres que interromperam outros métodos contraceptivos, mas não há nenhum prejuízo da fertilidade. - As mulheres que têm problemas com um tipo de pílula podem descobrir que outra não provoca efeitos colaterais. Decidiram que deve-se (1) prestar atenção especial aos antecedentes pessoais e familiais de doenças e riscos cardiovasculares das pacientes e (2) realizar aferições regulares da pressão arterial, uma vez que complicações cardíacas (infarte) e vasculares (tromboembolismo venoso) sabidamente relacionam-se ao uso da Pílula. Segundo a ginecologista Maene, "os casos de infertilidade são menores entre mulheres que fazem uso continuado da pílula". anticoncepcional se baseia na utilização de uma combinação de hormônios , que na maior parte dos casos é estrogênio e progesterona feitos de forma sintética, que inibem a ovulação. 12 - Mulheres com doença falciforme não podem tomar Pílula. Nas escolas, os educadores as recomendam para que se evitem problemas da gravidez indesejada, mas por traz de uma pílula que dito como "sem efeitos colaterais", existem dezenas de efeitos deletérios à saúde da mulher. As alterações do humor surgem principalmente com uso prolongado da pílula concepcional com elevada dose hormonal, pois altos níveis de estrogênio e progestina podem diminuir a produção de serotonina, um hormônio que melhora humor, podendo aumentar risco de depressão. "Quando as mulheres possuem maior taxa de hormônios masculinos, que causam acne, a pílula equilibra estes níveis, resolvendo problema", orienta Domingos. Embora a indústria farmacêutica ateste como tendo poucos efeitos colaterais, os anticoncepcionais orais, mais conhecido como pílula, têm efeitos indesejados que não são publicados e divulgados para conhecimento da população. Isso também pode ser por que é muito difícil definir os efeitos exatos que xtrabig force anticoncepcional poderia ter sobre seu desejo. Porém, as mulheres têm necessidades diferentes de hormônios em termos de contraceptivos. Desde então, um estudo supervisionado por Ojvind Lidegaard, da Universidade de Copenhague, descobriu que as mulheres que tomavam pílula - a combinada ou a só de progesterona - eram mais propensas a ganhar uma prescrição médica para tomar antidepressivo do que aquelas que não estavam sob contracepção hormonal. São sintomas normais dos primeiros meses de uso, mas esses efeitos colaterais tendem a desaparecer após alguns meses. Dito isso, estes não são os efeitos que TODAS podem esperar dessas pílulas. A pílula é um dos medicamentos mais estudados e prescritos em todo mundo, como qualquer outro medicamento, é claro que existem alguns riscos para a saúde, mas os efeitos colaterais são muito raros. Esses sintomas podem ser sinal de uma trombose venosa profunda e sabe-se que existe uma correlação entre uso de contraceptivo hormonal combinado e risco aumentado de coágulos principalmente no primeiro ano de uso. Como a contracepção hormonal costuma ser dominada pela progesterona, não espanta que humor das mulheres mude no sentido da depressão”, comentou. Nos tumores malignos do endométrio (camada mais interna do útero) e do ovário, a pílula exerce um efeito protetor - as usuárias de ACOs apresentam metade do risco de câncer de endométrio e ovário das não-usuárias.



ISSN: 1946-1879