Reader Comments

Anticoncepcionais Podem Causar Depressão, Conclui Estudo

by lucas silva costa (2018-05-02)


Quando a pílula é suspensa, as mulheres geralmente sentem a mesma intensidade de dor que apresentavam antes do seu uso. Depressão é um conhecido, mas raro, efeito colateral da pílula anticoncepcional. A ginecologista Flavia explica que as pílulas são compostas do estrogênio e progesterona sintéticos, que são hormônios femininos. Algumas pesquisas têm mostrado que uso de altas doses de ACOs em mulheres após a menopausa diminui risco de fraturas e suspeita-se que xtrabig force seu uso possa melhorar a densidade mineral óssea em mulheres jovens, mas faltam maiores comprovações científicas. Para mulheres com miomas e que estão na fase entre 35 e 45 anos, a que eles mais crescem, orientamos a manter a pílula de progesterona até próximo da menopausa”, conta ela. Um estudo de 2006 no Journal of Sexual Medicine descobriu que quem toma pílulas anticoncepcionais tem uma quantidade de SHBG quatro vezes maior do que mulheres que nunca tomaram. A diminuição dos níveis de testosterona na mulher pode levar a perda muscular, diminuição da libido, diminuição do humor e dificuldade de orgasmo. que fazer: é recomendado consultar ginecologista para alterar tipo de pílula ou iniciar um método de contracepção diferente, como DIU ou Diafragma, por exemplo. Antes de falar de anticoncepcionais, temos que lembrar que as mulheres têm 2 tipos predominantes de hormônios sexuais, a progesterona e estrógeno. A diferença foi particularmente notável para as mulheres jovens, com idade entre 15 e 19 anos, que tomavam a pílula combinada. "Esquecer de tomar ou ingerir cada dia em um horário pode deixar corpo sem a cobertura da ação preventiva da pílula, facilitando a gravidez", diz médico. Anticoncepcional oral reduz os níveis sanguíneos de androgênios (hormônios masculinizantes) podendo colaborar para diminuição da acne. São sintomas normais dos primeiros meses de uso, mas esses efeitos colaterais tendem a desaparecer após alguns meses. Dito isso, estes não são os efeitos que TODAS podem esperar dessas pílulas. A pílula é um dos medicamentos mais estudados e prescritos em todo mundo, como qualquer outro medicamento, é claro que existem alguns riscos para a saúde, mas os efeitos colaterais são muito raros. Esses sintomas podem ser sinal de uma trombose venosa profunda e sabe-se que existe uma correlação entre uso de contraceptivo hormonal combinado e risco aumentado de coágulos principalmente no primeiro ano de uso. Como a contracepção hormonal costuma ser dominada pela progesterona, não espanta que humor das mulheres mude no sentido da depressão”, comentou. Nos tumores malignos do endométrio (camada mais interna do útero) e do ovário, a pílula exerce um efeito protetor - as usuárias de ACOs apresentam metade do risco de câncer de endométrio e ovário das não-usuárias. 4- Mudanças de humor e outros incómodos comuns da tensã pré-menstrual podem aparecer de maneira mais forte quando a mulher deixa de tomar a pílula. A pílula da amamentação é um progestágeno (droga semelhante à progesterona naturalmente produzida no organismo) e pode ser usada por mulheres na pré-menopausa. A menstruação dolorosa (chamada de dismenorréia pelos médicos) é menos freqüente nas mulheres que não ovulam. A Pílula Anticoncepcional é conhecida como um contraceptivo oral - podemos afirmar que é método de contracepção mais usado pelas mulheres no mundo inteiro. 10 - Mulheres que tomam Pílula demoram mais para engravidar quando param. Os efeitos da TPM, segundo boa parcela dos ginecologistas, não são nada benéficos à saúde da mulher. Criada nos anos 1960, a pílula anticoncepcional é um dos principais controles de natalidade adotados por mulheres em idade fértil. Nas mulheres que estão entrando na menopausa, recomenda-se uso de ACOs por 12 meses após a última menstruação. A pílula melhora humor por que age diretamente nas dores e nos sintomas que acompanham a menstruação". Muitas vezes, quando as outras pílulas são contraindicadas, a opção de progesterona ainda é indicada”, explica ginecologista Edilson Ogeda, coordenador do núcleo de ginecologia do Hospital Samaritano. No estrogênio, um dos hormônios femininos, temos um componente que é fundamental no processo hipertrófico para mulheres: estradiol (17BETA-ESTRADIOL). A pílula de progesterona também não deixa a paciente ovular, e a quantidade de estrogênio que fica circulando no corpo é muito pequena”. Lembre-se sempre de usar a pílula anticoncepcional como método contraceptivo é muito importante consultar médico, pois existem diversos tipos de pílulas e somente um profissional poderá lhe indicar melhor método contraceptivo para você, de preferência que tenha menos efeitos colaterais para organismo de cada paciente.



ISSN: 1946-1879