Reader Comments

O Perfil Do Sociopata

by Pedro Silveira (2018-11-29)


Moda, quem não conhece essa palavra, a mais nova do momentos são os maravilhosos esmaltes e cores exuberantes. A mulher deve ser orientada sobre a dupla proteção tendo em vista crescimento das doenças sexualmente transmissíveis entre as mulheres, sobre os benefícios do preservativo, e sobre como utilizá-los utilizando uma linguagem simples e de fácil entendimento (BRASIL, 2001). As representações sociais da atualidade são representadas através dos livros didáticos, que apenas reproduzem sua sociedade e não objetivam ser um controle social, mas apesar disto estas representações podem contribuir formula do design de sobrancelhas depoimentos na continuidade das diferenças entre feminino e masculino. Nessa hipótese a deontologia médica brasileira não difere de tal entendimento, pois nesse caso, explicitamente, médico está obrigado apenas a obedecer a legislação vigente (BRASIL, 2005). Em outras palavras, corpo é transformado em mercadoria e desejo de beleza, inculcado pela mídia. Geralmente, as pessoas que se identificam como gays, maricas e travestis e as que se identifcam cmo lesbicas não se identificam sexualmente tendo como referência tipo de geniatis, muito menos pelo tipo de redes sexuais nas quais se envolvem. artigo é resultado da prática pedagógica realizada nos estágio do Ensino Formal, Ensino não Formal e Profissionalizante, colocando em foco a relevância da arte como instrumento da prática pedagógica. Esse posicionamento de tornar a homossexualidade visível é a tentativa de quebrar as idéias preconcebidas da população sobre as mulheres lésbicas e de deixar de ser refém das culpas e vergonhas sem sentido que a sociedade impõe. Infelizmente que encarcera a mulher ao mito de embelezamento não é fato de ela desejar cuidar de sua aparência, mas, sim, as representações que este mito cria e que faz com que ela se sinta invisível se não atingir os padrões estipulados para seu tempo. A modelagem ampla é utilizada com maior freqüência, sendo roupas que possuem movimento e a intensidade é apresentada pelas cores, trabalhando tons vibrantes mesclados com cores neutras (típicas de inverno) como preto, cinza e branco. As cores do conjunto ainda são em preto e branco para continuar com a idéia de montagem de elementos grafistas a partir de forma geométricas, neste caso as tiras retangulares. No que se refere à formação do sujeito, as questões de gênero exercem um papel importante É movimento feminista que insere importantes questões relacionadas ao sujeito e à subjetividade nas teorias sociais através de uma concepção que parte do inconsciente psicológico. Maior segredo está na harmonia entre cores, formas, estilo e ocasião. Alguns deles até trabalham estilo de sua marca usando como artifícios círculos, triângulos, cubos, quadrados e outras formas que evidenciam diferenciação e criatividade. Restritas à vida doméstica e aos saberes do domínio emocional, as mulheres não participavam dos processos de discussão, deliberação e formação das normas sociais. É tudo uma questão de psicologia, e há uma quantidade significativa de pesquisas para apoiar qual maquiagem lhe denota mais confiança (assim como aquelas que projetam traços menos desejáveis). São valorizadas pelas mulheres, as relações estabelecidas com os enfermeiros como uma aproximação mais humana, promovendo assim apoio, acolhimento, carinho, diálogo, atenção, fazendo com que a paciente sinta-se segura durante atendimento e procedimento de curetagem. Dessa forma, segundo Touraine (2007), as mulheres têm uma imagem positiva delas mesma, onde tem como objetivo desenvolvimento pessoal e uma participação ativa enquanto sujeito que compõe uma sociedade. Feita a exposição do quadro situacional dessas personagens, relata Basthi, que ambas "experimentaram efeito sutil e devastador da fragmentação da auto-estima no mundo real" (Ibidem), posicionando-se contra os efeitos drásticos de um mundo de desigualdades, especialmente no meio educacional, mesmo sob discurso de uma educação que dá acesso a todos, todavia, a disparidade existente entre ambas soa "normal" aos olhos da sociedade, desenhando um cenário em que os bem-sucedidos são aqueles que subiram na vida, sabendo aproveitar as oportunidades que sistema lhes possibilitou conhecer e se não as usufruiu é porque não se esforçou para tal. Isto porque antigamente na China as mulheres chegavam a atrofiar seus enfachando-os, afim de conseguir diminuí-los máximo possível para ser tornarem mais belas. Segundo Fabiano Devide (2005) comenta que há uma tendência em se focalizar as diferenças entre homens e mulheres no futsal e não a relação entre os grupos. Portanto, a moda, relacionada ao atual cenário em transformação, torna-se peça fundamental na construção de identidades provisórias, assim como as imagens veiculadas pelas campanhas publicitárias, se tornaram mercadorias. Ainda segundo Fry e MacRay (1983) a situação das pessoas identificadas como mulheres também apresenta diferenças e semelhanças com as pessoas identificadas como masculinas, porque é esperado que elas mantenham relações sexuais e afectivas "homens". A indústria cultural, por sua vez, lança no mercado inúmeros modelos e estilos, que dá a sensação de poder optar e escolher, mas ao mesmo tempo ela padroniza a dimensão subjetiva dos indivíduos de maneira à coisificá-los e, por meio da eleição arbitrária de um padrão corporal, levá-los a uma busca constante e desenfreada por uma estética ideal. Das cores neutras, Pedrosa (1982) cita branco é valor e não uma cor, como resultado da mistura de todos os matizes do espectro solar, capaz de refletir maior número possível dos raios luminosos contidos na luz branca, e do ponto de vista físico branco é a soma das cores e psicologicamente é a ausência delas, indica pureza, e misturado ao preto cria a cor (nuance) cinza (neutra por excelência); preto é um valor assim como branco e indica a ausência de cor podendo ser visualizado porque reflete uma quantidade mesmo que mínimas desses raios, tendo sua maior força e presença em oposição com branco.



ISSN: 1946-1879